Questões para avaliar se a sua ideia de negócio tem potencial

16. 11. 30

Se tem dúvidas sobre se o seu negócio tem (ou não) pernas para andar, responda a estas cinco questões.

Uma boa ideia de negócio é o ingrediente principal para o sucesso de uma empresa. Mas, por vezes, é difícil para os próprios empreendedores uma análise realista e distanciada ao potencial da sua ideia de negócio. Se tem dúvidas sobre se o seu negócio tem (ou não) pernas para andar, responda a estas cinco questões.

1. A sua ideia é diferenciadora?

Uma empresa para ter sucesso tem de apostar num negócio ou numa abordagem distinta, primar pela qualidade e responder às necessidades dos potenciais clientes. De acordo com o Guia do Empreendedor do IAPMEI esta característica diferenciadora é que pode permitir a conquista de uma fatia de mercado ou explorar um nicho de mercado.

2. A sua ideia de negócio é inovadora?

Além de diferenciadora, a ideia de negócio deverá também incorporar algum fator de inovação. Se o seu negócio tiver por trás uma ideia inovadora, que permita desenvolver uma solução completamente nova, é um sinal de que a sua empresa tem potencial.

3. Tem o perfil adequado para ser um empreendedor?

É igualmente fundamental que o empreendedor acredite na sua ideia e no seu valor. Um empreendedor motivado e seguro atingirá mais facilmente os seus objetivos. Deve contudo ter a prudência necessária para validar cada decisão de abordagem ao mercado. Motivação não deve implicar precipitação.

4. Conhece o mercado onde vai atuar?

Esta é uma premissa importante. Estude bem o mercado para onde vai o seu produto. A sua ideia pode ser boa para um centro urbano pequeno e não para uma grande cidade, por exemplo. Ou pode ter sucesso em França e não em Portugal. Teste a sua ideia e valide o seu impacto no mercado antes do seu lançamento ou comercialização.

5. Tem um plano de negócios definido?

No livro 'Criar Modelos de Negócios', é explicado que ter um bom plano de negócios é um aspeto-chave para a transformação de uma ideia num negócio. O plano deve ser coerente e completo para tornar evidente uma proposta de valor única, viável e sustentável. O plano de negócios é, pois, uma ferramenta de planeamento e gestão fundamental no contacto com potenciais investidores.

 

Fonte